O Encontro - The Walk - Richard Paul Evans



Alan Christoffersen tem a vida perfeita, por volta dos 30 anos já é dono de uma empresa de publicidade bem sucedida, tem uma esposa maravilhosa que foi seu primeiro amor, os dois viajaram sempre para os melhores lugares, luxos não faltam. Até que ele perde tudo isso!

McKale, sua esposa, sofre um acidente andando a cavalo e Alan se dedica a cuidar dela, e logo no começo nós vemos como eles se amam e como o livro é narrado pelo Alan dá para sentir todo o sofrimento e a preocupação dele, ele só quer que sua esposa fique bem. Enquanto eles estão no hospital, seu melhor amigo e sócio dá um golpe em sua empresa.



Tudo isso acontecendo em menos de um mês destrói o personagem, ele sente como se estivesse perdendo sua vida, é aí que ele decide caminhar até Key West na Flórida, e ele mora em Seattle. Então ele vai caminhar até o ponto mais distante do mapa para conseguir fugir do seu passado, recomeçar e para ter um propósito para levantar da cama todo dia.

Esse é apenas o começo do livro, a narrativa se passa por todos os lugares onde o Alan caminha, todas as pessoas que ele conhece e por todos os desafios que ele está enfrentando, a grande questão entre desistir ou continuar em frente (literalmente) O mais legal é que em toda a viagem o Alan sempre escreve em seu diário, e o livro é como se fosse o diário dele as vezes ele fala com o leitor, mas quase sempre são os pensamentos dele em tempo real. E todo começo de capítulo tem uma parte do diário que vai falar sobre o capítulo.



O Alan é o cara perfeito, ele tinha uma vida maravilhosa antes e agora, apesar de tudo, ele conseguiu seguir o sonho da maioria. Deixar tudo para trás e sair andando, conhecer novos mundos, novas culturas e novas pessoas.

O livro é cheio de histórias emocionantes, tem partes engraçadas, partes sufocantes quando os pensamentos do Alan se tornam tão sombrios que isso suga no leitor. Mas na maior parte o livro fala sobre esperança, ter esperança em tudo na vida e tentar tirar o melhor de cada dia.

O que eu amo nessa série e no autor é que sempre que eu estou lendo me dá essa vontade de ser melhor, de ir atrás dos meus sonhos, de viver! Então recomendo para todo mundo que precisa de um incentivo, de esperança ou só de uma boa leitura :D

TAG - Mitos da Depressão



Oooi pessoal, tudo bom com vocês? Finalmente estou de férias, então posso aproveitar para passar o dia inteiro lendo <3 Ia postar outra resenha hoje, mas aí ficaria muito repetitivo o blog HUSAHSUA Por isso, hoje eu trouxe uma tag super legal, criada pelos blogs Eu li e você? e Toca dos Livros,
E é uma tag maravilhosa que envolve mitologia e livros \o/



Philos nos mostra um amor fraternal, Eros nos mostra o amor carnal e Ágape se refere ao amor sacrificial, que você não pede nada em troca. As três formas de amor podem se manifestar em três níveis e estes se completam.




Philos: "Aquele livro que te ajudou, foi para você como um irmão sempre com os melhores conselhos."
Como Eu Era Antes de Você, tudo que um personagem ensinava para o outro mexia comigo e com certeza esse livro me fez repensar tudo sobre a vida, as pessoas e até sobre eu mesma.


Eros: "Um livro que te proporcionou prazer e a vontade de viver tudo que era descrito."
Anna e o Beijo Francês, tem como não querer viver um amor desses EM PARIS? Não né HSUASH


Ágape: "Aquele personagem que você deseja cuidar."
Extraordinário - Auggie, quem já leu sabe que esse menino é tão especial, não pela aparência mas sim pelo coração, ele é um amorzinho e tudo que ele passava eu só queria abraçá-lo <3


As três fúrias eram espíritos femininos de justiça e vingança; Alecto é implacável, espalha pestes e maldições. Megera personifica o rancor, inveja e ciúme. Tisífone enlouquece os culpados, vinga as vítimas de assassinato.



Alecto: "Um livro que te deixou morrendo de raiva."
Bem Mais Perto, esperei o livro todo para ter algo espetacular acontecendo e o final foi tão sem graça, já tinha adivinhado tudo que aconteceria porque realmente. não teve nada de mais.


Megera: Aquele livro perfeito que você morre de ciúmes.
Proibido <3 Meu livro, ninguém toca! Amo tudo sobre esse livro, a estória, os personagens, essa edição maravilhosa, Editora Valentina está de parabéns. E morro de ciúmes sim, porque acho que alguns não vão entender o livro e vão querer julgar meus bichinhos <3


Tisífone: "Aquele livro enlouquecedor."
É nessa parte que você pensam: "hmm um livro enlouquecedor porque é hot" não! Diário de uma Submissa é um livro enlouquecedor porque tem tortura psicológica e eu não aguento, eu só queria mandar a personagem principal sair correndo e nunca mais voltar. Muita tortura.

TAG - Mitos da Depressão



Oooi pessoal, tudo bom com vocês? Finalmente estou de férias, então posso aproveitar para passar o dia inteiro lendo <3 Ia postar outra resenha hoje, mas aí ficaria muito repetitivo o blog HUSAHSUA Por isso, hoje eu trouxe uma resenha super legal, criada pelos blogs Eu li e você? e Toca dos Livros,
E é uma tag maravilhosa que envolve mitologia e livros \o/



Philos nos mostra um amor fraternal, Eros nos mostra o amor carnal e Ágape se refere ao amor sacrificial, que você não pede nada em troca. As três formas de amor podem se manifestar em três níveis e estes se completam.



Philos: "Aquele livro que te ajudou, foi para você como um irmão sempre com os melhores conselhos."
Como Eu Era Antes de Você, tudo que um personagem ensinava para o outro mexia comigo e com certeza esse livro me fez repensar tudo sobre a vida, as pessoas e até sobre eu mesma.


Eros: "Um livro que te proporcionou prazer e a vontade de viver tudo que era descrito."
Anna e o Beijo Francês, tem como não querer viver um amor desses EM PARIS? Não né HSUASH


Ágape: "Aquele personagem que você deseja cuidar."
Extraordinário - Auggie, quem já leu sabe que esse menino é tão especial, não pela aparência mas sim pelo coração, ele é um amorzinho e tudo que ele passava eu só queria abraçá-lo <3


As três fúrias eram espíritos femininos de justiça e vingança; Alecto é implacável, espalha pestes e maldições. Megera personifica o rancor, inveja e ciúme. Tisífone enlouquece os culpados, vinga as vítimas de assassinato.



Alecto: "Um livro que te deixou morrendo de raiva."
Bem Mais Perto, esperei o livro todo para ter algo espetacular acontecendo e o final foi tão sem graça, já tinha adivinhado tudo que aconteceria porque realmente. não teve nada de mais.


Megera: Aquele livro perfeito que você morre de ciúmes.
Proibido <3 Meu livro, ninguém toca! Amo tudo sobre esse livro, a estória, os personagens, essa edição maravilhosa, Editora Valentina está de parabéns. E morro de ciúmes sim, porque acho que alguns não vão entender o livro e vão querer julgar meus bichinhos <3


Tisífone: "Aquele livro enlouquecedor."
É nessa parte que você pensam: "hmm um livro enlouquecedor porque é hot" não! Diário de uma Submissa é um livro enlouquecedor porque tem tortura psicológica e eu não aguento, eu só queria mandar a personagem principal sair correndo e nunca mais voltar. Muita tortura.

Lançamento Prometida - Carina Rissi - SP


Dia 5 de Novembro ocorreu o Lançamento de mais um livro da Carina Rissi, dessa vez foi Prometida, o quarto livro da Série Perdida <3 Foi na Saraiva do Center Norte e foi tudo muito bem organizado, eles distribuíram as senhas para um bate papo e uma sessão de autógrafos com a autora. O evento ocorreu numa sala que tinha uma arquibancada gigante e super confortável, onde foi possível aproveitar o lançamento.

O evento foi mediado pela Karina Andrade, que é uma fofaa <3 Teve um bate papo com a autora, e todos que estavam no evento puderam contar suas histórias (hilárias) envolvendo os livros da Carina! Teve até o Enem da Carina Rissi (sim, o evento foi no mesmo dia do enem HSUAHSUA) Quem respondesse mais perguntas sobre a autora e seus livros, ganhava marcadores de Prometida autografados! Mas é claro que todos que estavam no evento ganharam marcadores \o/

Eu já tinha tido a oportunidade de conhecer a Carina na Bienal do Rio e ter Encontrada autografado, e de novo, ela foi um amor <3 Conversou comigo, contei que a minha capa favorita é a do Destinado, ela disse que também é a favorita da mãe dela, que a mãe dela entra nas livrarias e sempre procura pelo Destinado, se tem algum livro na frente, ela "arruma", faz carinho no livro. Eu falei que eu sou igualzinha HSUAHSHAU Não posso ver Perdida/Destinado na livraria que já vou lá amar HSUAHSUAH




Como eu acompanho a Carina nas redes sociais e já tinha visto ela falando que estava indo para uma prova de fogo já que sua filha estava lendo Perdida pela primeira vez, perguntei se ela tinha gostado e a Carina, *aliviada* disse que sim HSUASHAHU Muito amor <3



Já comecei a ler Prometida lá na fila mesmo, e estou amando <3 Prometida se passa alguns anos após Destinado e é na visão da Elisa, irmã do Ian. Está bem diferente do que eu imaginei que seria, afinal a Elisa está diferente, muitas coisas aconteceram, coisas que ninguém além dela sabem. Está maravilhoso, leiam Perdida, leiam Prometida, leiam tudo da Carina <3 E vou deixar aqui em baixo a sinopse para vocês ficarem curiosos também.


"Elisa Clarke anda um pouco entediada. Seus dias parecem iguais e os bailes há muito deixaram de trazer algum prazer a ela. Não que seja uma surpresa, pois sempre que ela está presente os eventos se tornam um desastre! E é injusto, já que ela foi uma boa moça a vida toda. Nascida em uma das famílias mais influentes, a jovem aprendeu desde pequena a respeitar as normas sociais e se manter longe de escândalos. Na única vez em que ignorou uma dessas regras acabou noiva. E foi apenas um beijo, ora bolas!

Um beijo com o qual Elisa fantasiou desde que conheceu e se apaixonou irrevogavelmente pelo belo e gentil jovem médico e que, como acontece nos contos de fadas, mudou sua vida para sempre. Mas não da maneira que ela esperava. Como consequência, agora está prometida a alguém que a despreza tanto que preferiu viver em outro continente. Tudo o que ela deseja é que as coisas permaneçam assim. 

Mas Elisa não sabe que seu noivo está a caminho do Brasil, e ela terá de enfrentar o homem cujo coração um dia se viu forçada a partir. 
Destinados a ficar juntos, mas separados por seus corações, eles se envolverão em uma sinuosa dança marcada por segredos, mágoas do passado, intrigas e uma arrebatadora paixão que colocará em perigo não apenas seus sentimentos, mas a vida de ambos."

À Procura de Audrey - Sophie Kinsella


Olá pessoal, todo mundo sabe que a Sophie Kinsella é a rainha dos chick-lits, então quando ela anunciou que ia lançar um livro yougn adult, com uma personagem adolescente todo mundo ficou com o pé atrás. E como a autora é rainha, ela não decepcionou. Por isso, hoje eu estou aqui para fazer a resenha da minha melhor leitura de 2016.

(Tá tudo bem começar a resenha já babando no livro né? HSUAUHS) A estória começa mostrando um dia normal na vida dessa família, o filho caçula está correndo e gritando feliz por aí, o adolescente está gritando desesperado, o pai está dormindo e a mãe está gritando da janela e ameaçando jogar o notebook do filho pela mesma. Ah claro, e tem a Audrey que é a celebridade da família.

A mãe fica furiosa quando percebe que seu filho é um viciado.... Em videogames, por causa disso ela decide quebrar o notebook para que ele não passe mais o dia e a noite inteira jogando LoC (bem parecido com LoL, por sinal) Até aí a Audrey de apenas 14 anos parece ser a mais normal da família, até que ela nos conta que não vai a escola há meses, ela sempre usa óculos escuros e ela não consegue mais conversar com a mãe porque a mãe fica procurando sinais em tudo o que ela diz e faz. E a Audrey tem uma psicóloga.

A trama é narrada em primeira pessoa pela Audrey e as vezes ela fala com o leitor, como se fosse um diário onde ela conversa com quem lê. Aos poucos vamos descobrindo por tudo o que ela passou com relação a bullying, e todos os problemas que isso acarretou. Alguns "episódios" infelizes em sua vida, os óculos e o medo.


Quando o irmão dela chama o Linus para ir na casa dele jogar LoC é que começa o problema, a Audrey pira já que ela não consegue se relacionar com ninguém que não seja da família, e ao mesmo tempo o Linus se mostra muito simpático, atencioso, divertido, engraçado, inteligente.. Bonito! Audrey tem 14 anos, está tendo a primeira paixonite e está morrendo de medo disso <3

A psicóloga manda a Audrey grava "vlogs" do dia dela, da família, de tudo o que ela achar importante. Afinal, ver o mundo atrás de uma câmera é mais fácil do que fazê-lo pessoalmente.
Várias partes do livro são roteiros com as falas e ações que ocorrem nos vídeos.

A cada página vamos descobrindo tudo o que a Audrey sente, tudo o acontece na cabeça dela, todos os medos, toda a paranoia incontrolável (que você achava que era "frescura") a ansiedade. E se você já sofreu bullying, se você já se sentiu tão julgado por alguém que isso te travou, te deixou aterrorizado, com medo de viver e tudo acontecer de novo, você vai se identificar com a Audrey de uma maneira gigantesca. Ela é uma garotinha amável, que já sofreu muito e está com medo disso acontecer de novo. E no meio de tudo isso ainda tem o Linus <3

Apesar de tratar de temas muito pesados E MUITO IMPORTANTE PARA OS ADOLESCENTES, a Sophie conseguiu equilibrar o drama e a comédia (e claro, o romance <3) É um livro maravilhoso para se ler em um dia e terminar a leitura suspirando e querendo abraçar a Audrey <3

E pra finalizar, uma fotinha minha com a britânica mais fofa do mundo <3


© Nome do seu Blog - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Renata Massa | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo