Top 5 - Personagens que Você Não Ama Mais



Ooi Pessoal, tudo bom com vocês? Esse ano eu decidi voltar com essa coluna do blog bem antiguinha que é a Top 5 Wednesday, um projeto super legal lá do Goodreads, onde todas as quartas-feiras eles colocam tópicos relacionados a livros \o/ Para esse post, escolhi o Personagens que você amava mas não ama mais, porque eles mudaram, ou você mudou e agora deixou de amar esses personagens. Vamos lá \o/


     
       Miles Archer, o piloto bad boy do livro O Lado Feio do Amor, vocês podem conferir a resenha clicando no título, lá dá pra perceber que eu gostei bastante do livro quando eu li, porque confesso que adoro relação de ódio que vira amor, maassss eu percebi que o Miles como cara é um babaca, ele é muito grosso e prepotente nas atitudes, se acha o gostosão sabe e é bem machista. Então como carinha ideal Miles está reprovado!



       Franky, a andrógena que simplesmente gosta de pessoas e não se rotula da 3ª geração da série Skins, nos primeiros episódios, ela era a minha favorita, junto com a Grace <3 Mas aí no final da season5 ela enlouqueceu completamente, quis sair pegando todo mundo, e aí desapegando de todo mundo, sem se importar que todos os seus amigos estavam saindo machucados por causa dela. Tinha tudo para ser a melhor dessa geração mas só decaiu.



     Isso mesmo, quem diria que meu crush de toda a infância e adolescência estaria nessa lista, Michael Moscovitz, o príncipe encantado da Mia dos livros de O Diário da Princesa, nos primeiros livros ele é aquele mocinho super atencioso, engraçado, mais velho que deixa todas as leitoras apaixonadas. Porém, no 6º livro, ele vai para faculdade e começa a ter as piores atitudes possíveis, dignas de um babaca, enquanto eu li só conseguia pensar:"NÃO querido, não é assim que a vida funciona, melhora essa personalidade"



       Hazel Grace, do livro de A Culpa É Das Estrelas, é uma personagem adolescente bem chatinha, vamos ser realistas. Quando eu reli, percebi como o Gus está sempre lá sendo fofinho e ela só fica pensando "eu deveria gostar mais dele mas só consigo pensar que não gosto, mas pelo menos ele me ajuda com...." Aiii que canseira. Mas o filme é maravilhoso, Shailene é maravilhosa <3



      Eu tive que colocar ele aqui, me desculpa! Quem nunca babou pelo Damon Salvatore da série The Vampire Diaries, não é mesmo? O maior bad boy que a gente respeita <3 Ele conseguiu conquistar o coração de todo mundo mas desde que ele "perdeu" a Elena, o personagem regrediu MUITO, parece que voltamos para a season1 mas ele ficou chato, ele tinha crescido tanto durante a série, teve um desenvolvimento maravilhoso e aí ..... Voltou ao que ele era antes mas ainda pior!

Lembrando que não são personagens horríveis ou que eu odeio, até porque já os amei um dia HSAUSHAU Mas são personagens que mudaram muito ou que eu percebi que não são tão bons assim. E ai, vocês concordam com esse Top 5? Me contem quais personagens vocês tirariam e quais acrescentariam na lista \o/

Na Ilha - Tracey Garvis Graves

(Créditos Cantinho Ju Oliveira)

Anna é um professora de 30 anos apaixonada pela língua inglesa, infelizmente ela não sente mais o mesmo pelo seu relacionamento que não vai pra frente. Decidida a repensar seu namoro de 8 anos e aproveitar as férias numa ilha tropical, ela aceita o emprego de tutora de T.J., um garoto de 16 anos que acabou de vencer o câncer, mas como consequência está atrasado nos estudos. O que ninguém esperava era que o hidroavião que eles estavam ia cair em uma das 1.000 ilhas inabitadas das maldivas.

"Esperei que ela abrisse os olhos. Eles eram impressionantes , grandes e de um tom escuro azul-acinzentado. Foram a primeira coisa que notei quando a conheci. Ela fora ao nosso apartamento para a entrevista com meus pais, e fiquei constrangido porque ela era linda, e eu era magro e careca, e minha aparência estava uma merda."

Depois do piloto sofrer um ataque cardíaca e Anna e TJ se salvaram por pouco, indo parar numa ilha inabitada, eles precisam descobrir como conseguir água potável, comida, remédios e principalmente, uma maneira de voltar pra casa. Como o título sugere, a maior parte da narrativa se passa num único cenário com apenas dois personagens, o que poderia ser super cansativo, repetitivo e arrastado. Mas pelo contrário, a autora conseguiu criar tramas de tirar o fôlego e que me deixaram desesperada para saber o que aconteceria no final.

"O impacto me tirou do chão, como se alguém tivesse amarrado uma corda em volta dos meus tornozelos e puxado com força. O som de vidro estilhaçado encheu meus ouvidos, e tive a sensação de voar. Em seguida, senti uma dor ardente no momento em que a aeronave se partiu."

A leitura, apesar de maravilhosa, é agoniante porque não dá pra saber por quanto tempo eles vão ter que sobreviver com suplementos básicos, quando alguém vai aparecer, se é que alguém aparece. E se eles nunca saírem da ilha? E se eles saírem mas ficaram traumatizados para sempre? 

Sozinhos e desesperançados TJ e Anna se apoiam um no outro, criando um dos melhores relacionamento que eu já li <3 Logo surge uma grande amizade entre os dois, afinal o que mais eles podem fazer além de conversar e se conhecerem? Fica claro o carinho e a proteção que um tem com o outro, porque pior do que ficaram presos na ilha, só se um dos dois se machucasse e deixasse o outro sozinho. Com capítulos intercalando os pontos de vista é possível entender o que cada um está sentindo e se apaixonar ainda mais por esses dois <3

"Frequentemente eu flagrava T.J. me olhando, mas ele nunca fora tão claro. Ele estava ficando mais ousado, jogando verde. Se ele havia tentado esconder seus sentimentos antes, já não estava mais tão preocupado com isso. Eu não sabia quais eram suas intenções, ou mesmo se tinha alguma, mas viver com ele estava prestes a se tornar complicado. Isso eu sabia."


Até que todo esse sentimento de carinho, admiração e proteção se transforma em amor. A diferença de quase 15 anos de idade pode assustar, mas a construção dos personagens e do relacionamento é tão bem feito, tão real, sincero e apaixonante que eu só posso agradecer a autora. E outra lição muito importante do livro foi as pequenas coisas que não damos valor, como escovar os dentes todos os dias, tomar um copão de aguá gelada, comer um big mac, rir com seus amigos, abraçar sua família, ter um teto para dormir, ter um trabalho que no fundo você sabe que ama. Pequenos detalhes que deixamos passar e esquecemos como são importantes!

"— Você acha que deveríamos fazer uma fogueira?
— Você sabe como? — perguntou Anna.
— Não. — Morei em cidade grande a vida inteira e podia contar nos dedos a quantidade de vezes em que tinha ido acampar, e ainda sobrariam dedos. Além disso, acendíamos a fogueira com um isqueiro.
— Podíamos tentar — sugeri. — Acho que temos tempo de sobra.
Ela sorriu com minha tentativa de fazer uma piada."


Na Ilha é aquele livro que muita gente pode torcer o nariz ao ouvir falar, mas se você gosta de livros de sobrevivência e de romance que são divertidos, leves e ainda assim, reflexivos, essa leitura será uma incrível surpresa, como foi para mim. Eu devorei esse livro em 2 dias e a todo momento eu me encontrava no google pesquisando: "Como criar fogo sem ferramentas" "Quanto tempo o ser humano sobrevive sem água" "Como criar sinais de socorro na praia" HSUAHSUAH E a cada página eu ficava mais agoniada ao perceber que NÃO estou nem um pouco preparada para sobreviver numa ilha HSUAHSHAU

"— E eu queria pão também. Não fruta-pão. Pão de verdade. Um sanduíche enorme, com batatas fritas e picles.
— E torta de chocolate de sobremesa.
— Eu sei fazer torta de chocolate. Minha mãe me ensinou.
— Daquela com lascas de chocolate em cima?
— É. Quando sairmos desta ilha, vou fazer uma para você. — Suspirei.— Estamos só nos torturando."


E o final!!! Várias vezes eu ficava me perguntando qual seria o fim desses dois personagens que eu me apeguei tanto, e posso afirmar que foi muito melhor do que eu poderia ter imaginado <3 Com certeza, Na Ilha é um livro maravilhoso que supera todas as expectativas e que vale a leitura!

50 Tons de Cinza Trilogia + Filme


  Para quem não sabe eu sou a louca de Crepúsculo então é óbvio que eu já li milhares de fanfics inspiradas na saga, e a Master of Universe (agora 50 tons) foi uma delas, na época a tradução e a escrita era péssima, por isso não passei dos primeiros capítulos. Quando o tão falado Cinquenta tons de Cinza foi lançado aqui, também tentei ler mas não funcionou.
  Agora vocês me perguntam:"Então Mandy, o que mudou pra fazer você tentar ler de novo?" DAKOTA JOHNSON, dona da minha vida. Eu sou muito fã da Dakota mas não gostava da maior franquia dela, então como o Cinquenta Tons Mais Escuros estava sendo produzido, eu decidi dar mais uma chance para os livros e ainda bem que eu o fiz.


  Cinquenta Tons de Cinza nada mais é do que um new adult, tem a personagem principal que é tímida, leitora assídua, na faixa dos 20 anos e que nunca conheceu o amor. Até que ela esbarra no poderoso Christian Grey, magnata, dono de Seattle inteira e acostumado a ter tudo o que ele quer, que se vê atraído pela Ana Steele. Aquele clichê de menina excluída vivendo um conto de fadas com o mais desejado do colégio, alguém lembrou de Crepúsculo aí?


  O começo do primeiro livro é bem arrastado mesmo, mas a narrativa vai melhorando. Cinquenta Tons de Cinza é a introdução da trama, dos personagens, a Ana ainda é uma garotinha inocente e "fraca", o Christian é fechado e possessivo, e o relacionamento está muito longe de ser ideal.
  Em Cinquenta Tons Mais Escuros, já vemos a evolução dos personagens, Ana encontra sua força e se descobre, se torna consciente de quem é e de seu valor, o Christian percebe que para ter ela em sua vida precisa mudar, se abrir e encarar seu passado sem medo. O relacionamento cresce muito e rola até um thriller envolvendo outros personagens.
  No final, em Cinquenta Tons de Liberdade eles já estão certos de quem são, e de como querem que o relacionamento deles seja, então agora eles vão trabalhar para fazer dar certo. Imprevistos acontecem e nem todo o dinheiro do mundo pode mantê-los seguros!


  Cinquenta Tons não é a melhor trilogia já escrita mas também não é a pior, A galera gosta muito de criticar mas tem vários New Adults que seguem essa fórmula e não alcançam o sucesso. O que eu mais gostei da série é que não foca só no romance e no sexo, tem toda a história do passado do Christian e de seus segredos. tem outros personagens que complementam a trama e claro, o melhor do livro, nós acompanhamos o crescimentos dos personagens principais. Ana se descobre uma mulher forte, sexy (porque a mulher pode sim, ser sexy sem ser vulgar), que sabe o que quer e que protege quem ama! Christian finalmente descobre o que é ser amado, sentimento que nunca teve conheceu. Ele percebe pelo o quê vale a pena lutar na vida. E os dois se complementam de uma forma extraordinária.


  Sobre o sexo, tem sim várias cenas hots mas, diferente do que muita gente pensa, não é focado no bdsm ou no sadomasoquismo. Quem se interessa pela tema, tem que procurar outros livros porque em Cinquenta tons as cenas são bem quentes mas não se aprofundam na prática do bdsm.


  E para finalizar, os filmes estão sendo lançados com a Dakota Johnson e o Jamie Dornan nos papéis principais, o primeiro filme é quente e leve ao mesmo tempo, os atores conseguiram trazer um tom mais engraçado a todo aquele clima pesado do livro. A trilha sonora é incrível e a fotografia do filme também, as cores são lindas. Cinquenta Tons Mais Escuros estreia dia 9 de fevereiro e promete ser ainda mais intenso e bonito, olha esses cenários <3


  E aí, me contem se vocês já leram Cinquenta Tons, se já viram o filme, o que acharam e se estão empolgados para o novo filme <3

Maratonas Literárias e TBR de Fevereiro


Oláaa pessoal, tudo bom com vocês? Fevereiro já começou e como é o menor mês do ano, precisamos correr com as leituras, não dá para ficar enrolando! Andando pelo youtube eu encontrei 4 maratonas e desafios literários para esse mês. Isso mesmo, 4 HSUAHSAH Vou tentar participar de todas e convido vocês a participarem e aproveitarem o feriado para ler \o/



Maratona Literária de Fevereiro - MLF

É uma maratona organizada pela Ágata do canal Ágata Folmer que começou dia 1º de fevereiro e vai até o dia 28. Tem um grupo no fb aonde todos estão interagindo e falando sobre as leituras \o/ As categorias e os livros correspondentes que eu escolhi estão abaixo!

01 - Um livro nacional.
Até eu te possuir - Soraya Abuchaim

05 - Uma continuação (de série, triologia, duologia, ...).
Eco - Alyson Noel

08 - Um livro desejado que foi esquecido na estante.
Não Pare - FML Pepper

10 - Um livro de um autor que nunca leu.
Eu estive aqui - Gayle Forman

Projeto Lendo Nacional
Um projeto mara, criado por quatro canais, que incentiva a leitura de livros nacionais \o/ Começa dia 17/02 e vai até 18/03. Tem evento no fb e ainda vai rolar vários sorteios de livros <3

01 - Um livro que pelo título te deixa curioso.
Prometida - Carina Rissi

02 - Um gênero que você leu pouco ou nunca leu.
Até eu te Possuir - Soraya Abuchaim

03 - Um autor que não conhece.
Não Pare - FML Pepper

04 - Um livro que todo mundo já leu menos você.
Procura-se um Marido - Carina Rissi


Fuxicando sobre Chick-Lits
Esse projeto é organizado pelo blog Livros & Fuxicos e acontece todos os anos. O intuito é conhecer e ler chick-lits <3 São 12 desafios que, normalmente, são lidos um a cada mês do ano.

Categoria escolhida para Fevereiro: Ler um chick-lit publicado no máximo há cinco anos (publicação entre 2012 e 2017); 
Procura-se um Marido da Carina Rissi de 2012

Carnatona 2017
Uma maratona literária que aproveita o feriado do Carnaval para ler, do dia 24 ao dia 1º de março \o/ Organizada por treze canais, também tem evento no fb e tem parceria com várias editoras, então terá vários desafios e vários sorteios!

Como vocês puderam perceber, alguns livros eu vou ler para duas maratonas porque também não leio tanto assim né galera HSUAHSHU 6 livros já está de bom tamanho. Me contem aí se vocês também estão participando ou querem participar de alguma maratona, e o que pretendem ler nesse mês <3

Leituras do Mês - Janeiro/17


Olá pessoal, tudo bom com vocês? Janeiro passou voando mas deu tempo de ler bastante coisa, então hoje eu vou fazer um pequeno resumo de tudo o que eu li nesse mês \o/ Me contem no comentários quantos livros vocês leram e quais foram as melhores leituras!


Eu terminei 2016 lendo Cinquenta Tons de Cinza e comecei esse ano com as continuações. Para quem já tinha tentado ler essa série quando ainda era fanfic (alô Master of Universe) e não tinha gostado, eu viciei nos livros e li tudo numa tacada só \o/ Já aviso que foi bem diferente do que eu esperava, mas gostei bastante e o meu favorito foi 50 tons de Liberdade, e o filme estreia agora em fevereiro <3


Depois eu aproveitei o Kindle Unlimited e li vários contos da Amazon. São estórias cativantes e bem rápidas para ler, ótimas para relaxar depois de leituras pessadas. Dentre esses, meu favorito foi Se Você Puder Me Ouvir, que foi uma grande surpresa, e que já tem resenha aqui! Os outros também são MARA


Aí eu li um livro que já tinha ouvido todo mundo falar horrores e que era maravilhoso e o melhor livro! Ele é realmente muito bom, muito bom MESMO, mas sabe aquele sentimento bem no fundinho do coração de "eu esperava um pouco mais" por causa de todos os comentários? Então.... Apesar disso, eu amei o livro dei 5 estrelas, e achei o que relacionamento apesar de polêmico é super bem desenvolvido o que me conquistou. E também tem toda aquela vibe de sobrevivência!
E então eu comecei a série de Desventuras em Série e adorei o primeiro livro, dá para ler em um dia e apesar de só ter tristezas no livro é super divertido e cativante. Vai ter resenha comparando com a série \o/

Vocês também podem acompanhar meus metas de leituras desse ano lá no skoob \o/
Total de páginas lidas: 1.717
© Nome do seu Blog - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Renata Massa | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo